terça-feira, 6 de outubro de 2009

"O proximo papa poderia ser negro"

Por: Alisson Silva

Essas foram as palavras de um importante cardeal africano. Ele disse também que não há nenhum impedimento para que o próximo papa seja negro. Trata-se do cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson, de Gana, é um dos mais importantes participantes de uma reunião ,de três semanas, que está acontecendo no Vaticano sobre o papel da igreja católica na África.

Durante uma entrevista coletiva, perguntaram a Turkson se ele considerava essa uma época propícia para um papa negro assumir, em especial após o triunfo de Obama. "Por que não?", respondeu o religioso, argumentando que cada homem que se ordena sacerdote está disposto a ser papa e recebe treinamento para isso quando vira bispo ou cardeal. "Tudo isso é parte do mesmo pacote", completou

Turkson recordou que o ex-secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, é ganês e negro. "Ele teve problemas, mas de qualquer modo conseguiu", avaliou. "Agora temos Obama nos EUA e se a Divina Providência quiser, pois a igreja pertence a Deus, se Deus quiser ver um homem negro como papa, daremos graças a Deus."

Há anos se especula sobre a possibilidade de um papa oriundo de um país em desenvolvimento, pois é precisamente nessas nações que a Igreja Católica mais cresce. Na África, o número de católicos passou de 55 milhões, em 1978, para 146 milhões em 2007. Enquanto isso, na Europa diminui o número de fiéis.



1 comentários:

Stefano 7 de outubro de 2009 00:07  

é 1 pena ke haja negros na igreja catolica... 1 instituição criminosa e suja...
esta mesma ke foi comparsa da escravidão.. nazismo... genocidios... inclu sive de Ruanda

  ©Template by Dicas Blogger.