sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Observatório da discriminação racial no carnaval 2010

Atuaram Neste Carnaval 2010, observadores sociais que realizaram o mapeamento de ações discriminatórias, com a distribuição de informativos e sensibilização dos foliões sobre o combate às ações de discriminações raciais, violência contra a mulher e combate à homofobia, na maior festa de rua do planeta.

O Observatório da Discriminação Racial é um programa desenvolvido pela prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal da Reparação - Semur, com o objetivo de registrar e catalogar ocorrências de discriminação racial, violência contra a mulher e atos homofóbicos durante a festa de carnaval. Além de observações e coleta de informações, a Semur em parceria com outros órgãos, prestou atendimento jurídico e assistencial às vítimas de discriminação durante o carnaval.

Realizado pelo quinto ano consecutivo, o observatório funcionou durante 24 horas, exercendo 120 horas de observação e prestação de serviços no atendimento à população vítima de discriminação. O observatório ampliou seus pontos de observação e, automaticamente, passou por uma ampliação estrutural com a inclusão de três novos postos de atendimento para a população.
Além do posto central localizado na Ladeira de São Bento, foram instalados mais três postos nos circuitos da Barra, da Ondina e no Campo Grande. Esta ampliação facilitou a efetivação de denúncias por parte das vítimas de discriminação durante o carnaval.




Fonte: site do Irdeb

0 comentários:

  ©Template by Dicas Blogger.